quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

António Tadeia: As diferenças entre Jesus e Eriksson


O facto de Jorge Jesus ter ultrapassado Sven-Goran Eriksson em total de vitórias aos comandos do Benfica e, sobretudo, a circunstância de o ter feito em igual número de jogos não é apenas uma simples curiosidade estatística. Vem reforçar a ideia de que este treinador tem feito um trabalho excelente na Luz. Mas a realidade mede-se bastante para lá destes números. Mede-se em títulos: e aí Jesus fica bem atrás do sueco. Mede-se também em influência doutrinária: e, sendo verdade que só o tempo responderá de forma cabal a este aspeto, também aqui dificilmente Jesus poderá vir a deixar um legado semelhante ao de Sven.

Tanto Jesus como Eriksson chegaram ao Benfica em alturas traumáticas. De Jesus, por ser recente, quase todos conhecem a história: entrou em 2009 num Benfica em crise profunda (uma vez campeão em 15 anos, e da maneira que foi...) e ganhou a Liga de 2010 com o brilho inquestionável de um futebol superofensivo. Há 30 anos, quando Fernando Martins trouxe Eriksson para Lisboa, os encarnados vinham de cinco anos com apenas um campeonato ganho (o FC Porto vencera em 1978 e 1979 e o Sporting em 1980 e 1982). Normal? Visto à luz dos dias de hoje, talvez, mas nessa altura o Benfica vivia regularmente ciclos de três títulos a cada quatro épocas. Eriksson chegou, revolucionou o treino e as mentalidades, e em dois anos esteve numa final da Taça UEFA, ganhou duas Ligas e a admiração dos adeptos portugueses.

O pior, para ambos, foi a continuação. Eriksson voltou quase uma década depois a Portugal, mas deixou no ar um certo clima de aburguesamento, a imagem de um treinador que já não se movia em função das ideias mas sim do dinheiro. Jesus foi ficando, tanto por convicção de um presidente que acredita nele e nas virtudes da estabilidade, como pela sua própria incapacidade para trabalhar fora do país, mas o mais que tem conseguido obter são épocas perdidas à beira da meta, num ambiente de exaustão (física e psicológica) geral.

No fundo, o que separa Jesus e Eriksson é mais que uma vitória. Um foi um príncipe capaz de convencer toda a gente com um sorriso mas mais dado aos prazeres da vida mundana do que ao esforço e ao suor; o outro é um trabalhador obsessivo e incansável, mas incapaz de mobilizar vontades até mesmo no interior do balneário. 

Eriksson teve tudo para ser um dos grandes e não quis - porque não o foi, por mais dinheiro que tenha ganho. Jesus quer tanto e daria tudo por sê-lo, mas não pode. Ao Benfica, mais que decidir quem foi melhor, daria um jeitão ter um misto dos dois. E já o teve. Chama-se Mourinho. 

- António Tadeia, jornal Record, 4 de Dezembro de 2013

5 comentários:

  1. Este gajo é um perfeito idiota!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. como todos os idiotas, mascara.se de xico-esperto.

      Eliminar
  2. Eu julgava o Tadeia um homem mais inteligente e secalhar é,afinal a ideia é fazer parecer com que o jesus seja bom e tenha qualidades e o presidente seja competente,que assim eles por lá se vão mantendo para a alegria dos portistas.

    Agora a realidade das coisas,a verdadeira realidade que muitos insistem em não querer ver com medo que as suas ilusões caiam por terra é que esse dupla vieira presidente é um fracasso total e absoluto.

    Um fracasso redondo,a questão para mim ja nem é ganhar os titulos, ja nem quero saber de titulos eu ja so queria não ter passado pelo que passei, passei as maiores vergonhas e derrotas de toda a minha vida com esses 2 á frente do clube.

    Opah ganhamos uma campeonatozeco á rasca,e mesmo assim falhamos a opurtunidade de fazer historia ao ser campeão no dragão.

    No ano seguinte comecou logo na supertaça,extendeu se aos 5 a 0,e acabou com os campeões na luz,e passado 15 dias uma reviravolta de 2 0 pra taça tambem na luz,o porto nesse ano ganhou a uefa que podia ter sido disputada pelo benfica,caso não tivesse sido eliminado pelo braga quando tambem tinha 2 1 de vantagem. Ficamos tambem á maior distancia de sempre para o 1 lugar nesse ano,

    Ano seguinte..5 pontos de avanço a 2 jornadas de enfrentar o porto,benfica deixa se perder e depois no jogo do titulo,foi o que se sabe.Pronto acabou..

    Ano seguinte ,4 pontos de vantagem a UMA jornada de puder voltar a fazer historia e ser campeão no dragão,benfica deixa se novamente perder,e depois no dragão foi o bombo da festa..

    O Benfica não ganha uma taça de Portugal á 10 anos!! Tem sido eliminado por Varzins,Leixoes,Maritimos..e recentemente fomos ao jamor fazer figuras tristes,os jogadores nem o Cavaco Silva souberam cumprimentar

    Ora perante tudo isto, alguem no seu perfeito juizo acha normal esse homem ainda vir chantagear o clube que quer mais dinheiro,e o nabo do presidente aceita,e os socios desse clube tambem aceitam?
    Mas em que mundo e em que realidade é que esta gente vive? E depois não á ninguem na CS que diga as coisas como elas são..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te sintas sozinho rui,estou no mesmo barco que tu nem vontade tenho sequer de ir ao estadio nao consigo estar de acordo com isto e portanto nai consigo vibrar com o benfica nem quando ganha como tem ganho

      Eliminar
  3. Este Tadeia é um ressabiado. Ele é que é um aburguesado que pensa que percebe de futebol. Como gostaria de o ter á frente para lhe ensinar umas coisas.
    Então o benfica ganha o campeonato de 2004/2005 "da maneira que foi..."? Espera aí. O jogo no Algarve foi uma catástrofe? E o fcp que joga nos campos que o adversários "escolhem" conforme lhes dá jeito, não é uma catástrofe, sr. Tadeia? O Ricardo sofreu falta do Luisão? Tem o golo do charisteias (acho que é assim) na final do EURO 2004 e os golos da meia-final do EURO 2008 com a Alemanha, que mostram que o Ricardo sai-se sempre de olhos fechados ás bolas altas. Tem de "estudar" mais, meu caro.
    "deixou no ar um certo clima de aburguesamento"? É com cada patada na própria cabeça, que nem sei o que dizer. O Eriksson, no regresso, "só" foi campeão nas Antas e levou-no o Benfica á última final da Champions (na altura ainda Taça dos Campeõe). Voçê tem de deixar de ser submisso, e falar e fazer o que aprendeu no curso de jornalismo: Verdade e honestidade!
    Não concordo muito com a continuação do Jesus no Benfica e muito menos com o Vieira, mas vir para aqui mandar "posta de pescada", ainda por cima sem cabimento e sem analise correcta, é de quem gosta de ser BURRO!
    Ah, "E já o teve. Chama-se Mourinho." É o sublime! Então diga-me lá se na altura defendeu o Vale e Azevedo de contractar o Mourinho? Quase que aposto, e com 99,9% de certeza, que foi mais um que se "riu" com a aposta do Benfica no "Tradutor".
    De facto, você é igual a todos os submissos que vomitam porcaria ás carradas e não tem sabedoria nenhuma de futebol, só de falar mal por ser uma marioneta.
    Qualquer coisa, se costuma ver net e este blog, fica aqui o meu mail, universocinematerror@outlook.com, para marcarmos um encontro para de bater futebol a sério. Vamos beber um café e trocamos ideias. Sem segundas intêncões. Promessa.

    Obrigado e Saudações!

    ResponderEliminar

Caro(a) Benfiquista,

Agradecemos a sua visita e solicitamos, antes de sair do blog, que deixe um comentário acerca do que acabou de ler.

O debate é livre, por isso tenha a gentileza de participar com educação, elevação, civismo e respeito pelos demais visitantes.

Só assim honraremos a história Grandiosa do nosso amado Clube!